expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

.


Já te imaginaste longe de tudo e de todos, longe dos problemas e daqueles dias maus e sucessivos?
Já pensaste ser impossível chorar uma noite inteira, sem parar?
Já pensaste em desisir? em deixar de dar luta?
Já pensaste em fugir?
Já pensaste em atirar tudo pela janela fora?
Já pensaste em gritar para que todo o mundo te oiça, que sofres e que choras, e que ninguém quer saber?

Tanta coisa nos passa pela cabeça, a todo o instante, as ideias são tantas, os anseios são tantos, o desespero, o sofrimento; tudo nos passa pela cabeça a uma velocidade impressionante. Continuo sem ver possibilidades menos loucas e radicais, não vejo outra solução a não ser, a companhia de mim mesma, manter-me no centro deste tornado, de olhos tapados. Sem ver, sem ouvir aquilo que está a volta e que só nos atormenta e faz ter ideias destas para solucionar vidas assim.

C.C

terça-feira, 23 de novembro de 2010

antigas realidades.


A minha vida mudou, parece que encarnei o corpo de alguém que não é o meu, vivo a vida que não é a minha. Ou pelo menos, vivo uma outra realidade, diferente da que vivia há uns meses atrás. Parece estúpido, e parece que faço da minha vida um drama, mas a verdade é que..

Os meus dias mudaram.. agora parecem todos tão iguais, tão fatigados e tristes. Passo-os assim, encostada a uma parede branca e recordo-me de como era antes.

Já sem horas para dormir, sem horas para acordar, nem horas para comer.
A rotina já não é a mesma, agora a mente foca-se em tão pouco e em tão grande responsabilidade. Rersponsabilidade essa, que já me cansa, mas é esse o objectivo do momento.

A vontade já começa a não ser a mesma.. já me sinto mais angustiada, já me apetece desistir de tudo aquilo que prometi a mim mesma de concretizar.
Os meus dias tornaram-se vazios,agora mais do que nunca; sem ambições, sem horários, sem conteúdo. Pergunto-me se os próximos meses também serão assim.
Que venha o novo ano, e em força, quero mudanças.

Sinto a falta dos velhos dias, em que havia sempre grandes gargalhadas sobre tudo e mais alguma coisa, havia entusiasmo, uma companhia constante. Não havia espaço para estas 'tretas' que por aqui se escreve, que aqui se expressam. Não havia espaço para tristezas, como as dos últimos tempos. As saudades são muitas.

Estas são agora aquilo a que chamo de antigas realidades, a quem não daremos a partir de agora tanta importância pois, ano novo, é significado de vida nova, momentos novos, renovados, passado para trás. " Estou vazia, para que aqui entrem coisas novas".

O nosso instinto é o de seguir em frente, sempre.


C.C

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Alívio

 
Tenho estado um pouco ausente.. apesar do tempo. A minha vontade para escrever não tem sido a mesma, já não é mais uma necessidade desesperadora de desabafo, agora é como um suspiro de alívio, e uma introspecção acerca de tudo.
A minha vontade para escrever, já não é mais um desabafo desesperador, agora alegro-me por dizer que, escrevo quando me apetece e sobre o que me apetece.
    É como se o mundo tivesse dado uma volta de 360º graus, ou pelo menos aparenta a uma grande volta completa e radical a todos estes anos.
Já não somos as mesmas pessoas, mudámos e fizemos por isso, merecemos agora isto, esta liberdade, este grande suspiro. Já falamos e rimos das coisas passadas, que outrora eram o tema de conversa em qualquer mesa, tema de destaque na nossa mente, em qualquer situação estava presente e não nos deixava sequer respirar, criava aquele clima pesado e inoportuno.
Já pensaste que, por vezes és injusto, e que dizes muitas coisas sem pensar.

    Fico grata por já não estarmos assim, sem disputar nada, nem ninguém como seres selvagens e raivosos; sem trocarmos palavras, sem trocarmos gestos. Como se fôssemos completos estranhos, que passam na rua.
Somos agora mais sinceros, as verdades são logo ditas na hora, já não há aquela 'discriminação' ridicula, ou pelo menos não tanta, já nem a sinto.
Continua assim, o ambiente está já bem mais limpo e respirável, a nossa vida torna-se assim mais alegre e a nossa mente agradece.

Estou em completa paz de espirito, quanto a este nosso assunto. Espero que não voltemos ao zero, não faças por isso, peço-te.



C.C

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Diary | 15/09/2010 ♥ 18


Parabéns a mim (:

São já 18 anos da minha existência. Mais um ano menos um ano e..
dou por mim cada vez mais fiel a mim mesma, já tão crescida, tão mulher neste mundo, tão crescida e responsável, senhora de mim mesma.
Aprendo, a cada dia que passa, a dar valor ás coisas que realmente importam na vida, ao amor e à familia, e sobretudo ao meu Futuro, ao nosso Futuro.

Recordo hoje e sempre.. uma infãncia que sempre tão recheada, do bom e do mau, que apesar de tudo me fez crescer e me tornar naquilo que sou hoje. Tenho Orgulho e amor próprio.
O tempo da futilidade e da ingenuidade acabou... agora o meu rumo é outro, seguir em frente sempre, a minha auto-realização, a felicidade, amar-te e ser amada, ser desejada como nunca antes.
Espero que os próximos anos sejam, igualmente ou mais recheados de experiências, pois fazem-me crescer enquanto ser humano, ser individualizado, e mulher, com sonhos, ambições e com um ideal de rumo, próprio.
Foi um dia especial, foi também uma despedida.. fizeram com que este dia ainda valesse mais a pena, apesar da chuva, conseguiram fazer-me soltar muitos sorrisos brilhantes como o sol de um dia radiante de Verão.
Obrigada a todos os que me rodeiam, aos que estiveram presentes, aos que considero importantes.




C.C

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

.



São estes momentos de fraqueza como de há uns dias, que nos unem ainda mais....
São as nossas inúmeras histórias em comum ou não, sempre reais, que nos fazem compreender as nossas atitudes de outra forma, fazem-nos ver o mundo, fazem-nos ter uma nova perspectiva sobre nós mesmos.

Os momentos de lágrimas, são os momentos de fraqueza inicial mas que depressa nos tornam pessoas fortes, fazem-nos pensar que somos capazes de aguentar tudo e mais alguma coisa sobre os nossos ombros. Já não quero saber de mais nada, a não ser das tuas histórias e que ouças as minhas, servem de desabafo, acabam em lágrimas e em revolta, mas tu consegues tornar tudo isto em força. e no final.. um sorriso aparece.. está tudo bem, porque tu estás aqui comigo, mais uma vez. Sem ti não sei o que seria de mim..

E quanto a ti, gostaria que um dia acordasses, sóbrio de ideias, e que me explicasses, a mim e a muita gente, porque é que tu és assim e porque é que não mudas. Será assim tão complicado para ti perceber que causas danos á tua volta, crias este ambiente pesado, constante, de cortar a respiração, de causar arrepios e até de quase causar o pânico.

Procuro em ti, aquilo que preciso, aquilo que não me deram, pois julgo até que nunca chegou a estar comigo.

Deixa-me permanecer entre os teus braços, deixa-me, por favor, sentir aquele calor reconfortante que me faz calar esta revolta que não adormece.

C.C

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

quero vontade.

Chegamos a uma etapa na nossa vida, onde já possuímos mais maturidade, e concluímos afinal que.. a vida não passa de um fantasma que passa por nós e consome as nossas forças, muitas vezes até aquilo em que acreditamos. Retira-nos a nossa energia.. desgasta a nossa imagem, é como se a idade já pesasse nos nossos corpos e nas nossas mentes ainda jovens e somos tão novos ainda, e a nossa vontade.. essa também nos é retirada, com punhaladas nas costas.
O tempo tornamo-nos seres estranhos, horríveis, insasiáveis, cheios de mágoa, seres destruídos pelo tempo sem qualquer valor para a sociedade. Já ninguém nos olha da mesma maneira que quando éramos crianças.. todos nos apertavam as bochechas, até aqueles que nem nos conheciam, e agora? O que há de diferente?O que é que mudou?

Olhamos para os inúmeros dias que passámos na ignorância, olhamos para o que somos hoje e notamos que já não possuímos o mesmo encanto.
A vontade de viver é menor, e os sonhos não passam de meros anseios guardados a sete-chaves dentro de uma gaveta ao lado da nossa cama.. e as chaves.. alguém sabe delas? Não me lembro sequer de as ver..
Esses sonhos que tivemos já não possuíem o mesmo valor de há uns anos atrás, os sonhos são anseios de uma nova realidade que nunca irá acontecer. A vida é tempo, o tempo é igual a cansaço.

A idade é o quanto nos sentimos, os anos são só números que vamos somando todos os anos, e que nos fazem sentir mais velhos, mais importantes, mais responsáveis, e mais... Ignorantes. A ignorância, essa sim está presente todos os dias, pois nunca sabemos o que por aí vem.
O que será de mim assim.. se apenas a idade chega e se as mudanças não acontecem?
Sinto falta de muita/pouca coisa.. apenas me falta a vontade para acordar demanhã, de aguentar o dia de olhos abertos, de ver coisas que não gosto, sentir as coisas na pele que me dão nojo, de ouvir aquilo que dói no coração. Se desejasse isto pelo Natal será que conseguiria receber como presente?
Gostaria que um dia lessem estas palavras, para que finalmente me compreendessem melhor e não me julgassem como o fazem todos os dias.

Quando me sento aqui, á secretária é porque vou escrever mais um capítulo, e aí é que eu me sinto no meu pior. Porque.. quando escrevo é porque mais uma vez não me encontro nos meus melhores dias.. e lamento imenso por isso. Peço desculpa a mim mesma, de me sentir tão fraca e tão cansada.

C.C

Inspirações | Shakira - don't bother me.



'So Don't bother, I'll be fine. I wont die of deception (...) Don't feel sorry'

Just leave it that way.


I need myself, alone, no one else, just me, myself and I.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

you are my man.




'A real man doesn't love a million girls. He loves one girl in a million ways.'


Just like you do everyday for me. ♥

domingo, 15 de agosto de 2010

amor.


Os tempos por vezes são muito difíceis .. a minha personalidade forte, sempre tão presente e por vezes complicada, impede-nos de olhar para o que realmente interessa para nós. Ás vezes até estraga aquilo que temos de bom.

Peço desculpa por ser assim como sou, para ti e para o resto do mundo. A minha personalidade afecta não só a ti, mas a mim mesma por vezes. Magoa-me, magoar-te.

Apesar de tudo isto, eu amo-te como nunca amei ninguém. Não quero que nada mude.

Obrigada por seres perfeito aos meus olhos, obrigada por teres nascido e por desempenhares este papel importante na minha vida. Papel esse que poucos o conseguem desempenhar com essa tua honestidade, carinho e ternura.

C.C

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Inspirações | Nina Simone ♪ feeling good.

Feeling good. I feel good with myself.
It's a new day, a new life for me
and I am feeling good
(...)

Bem comigo mesma, indiferente á opinião do resto do mundo. Sou imperfeita, thank god. ;)
Somos julgados ao longo do nosso percurso de vida, caímos e levantamo-nos sempre.
A vida por vezes é injusta, mas enfim, tu sabes como eu me sinto, livre, leve e pronta para bater as asas, o meu caminho sempre foi em frente e não muda se eu não o quiser. ;)
Quero continuar assim, quero sentir-me assim todos os dias, é isto que me dá forças, eu creci assim, e serei assim até ao fim.

Freedom is mine. New Life for me. No more lies. It's my Emancipation as a young woman.

Just like Nina ♥ ily

C.C

Inspirações | Mes Rêves dans Paris



Quero voltar para ti. as saudades já são imensas (:

Paris je t'aime ♥

domingo, 1 de agosto de 2010

Inspirações | Sia - My Love



You were searching, for release
You gave it all, into the call
Tou took a chance and, you took a fall for us
(...)
You did it for me
You will wait for me my love.


C.C

sábado, 31 de julho de 2010

euescrevoparaesquecer.



Muitas das vezes eu... Escrevo para esquecer. Posso afirmar com certeza que o faço, pois a dúvida já nem sequer existe.
Escrevo para esquecer, e quando tiver a ousadia de recordar venho aqui, à minha secretária, sento-me e leio tudo aquilo que vir pela frente, sem nunca parar. Tudo aquilo que agora não me quero relembrar, que não me quero esquecer e até aquilo que procuro, alguma memória ou até mesmo da verdade, a verdadeira realidade que procuro é o Porquê de muitas coisas que agora não interessam. Essa para mim será a resposta mais curta e mais complexa para quase tudo.

Fazes-me querer esquecer de tudo o que aconteceu há muitos anos e o que ainda persiste aqui, odeio-te por isso, és desprezível nesse sentido, não te vou perdoar nunca.

Por outro lado, tenho um homem que mora em mim, que me faz querer lembrar sempre do presente, do passado e de ansiar por um futuro, melhor. Todos nós, como seres humanos racionais merecemos alguém assim no mundo, que nos estime, que nos trate como merecemos, que nos faça querer recordar sempre do que passou com o tempo, pois faz-nos continuar a crescer e nos tornar aquilo que somos hoje, que nos dê valor e que nos abrace quando precisamos. Que nos ajude nestes momentos mais dificeis e que nos aceite acima de tudo.

Já não quero que me compreendas, já não quero que me abraces, nem sequer que tentes, agora quero apenas e de uma vez por todas que me aceites e não me julgues, antes que seja tarde. Pois o tempo não dura para sempre e as nossas faculdades mentais também atrofiam, e aí já nós desperdiçámos tudo aquilo que outrora tivemos e que foi importante e aquilo que queremos agora passa a ser um mero anseio de um milagre que não vai acontecer nunca por muito que me custe.

C.C

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Diary | Das nossas primeiras férias ♥


02/07/2010
Das nossas primeiras férias juntos.
Ferreira do Zêzere.



Casamento dos primos Dina e André. 




C.C

quarta-feira, 21 de julho de 2010

tempo.



   O tempo não pára,o tempo não perdoa nada nem ninguém...
Horas, dias, semanas, meses e anos... há coisas que infelizmente nunca mudam, por mais que queiramos. Quando mudam, muitas das vezes já é tarde, o mal já foi feito, o tempo já foi desperdiçado, ignorado. O tempo que nos foi roubado, não se recupera como se ouve por aí dizer. Apenas tentamos apagar com uma borracha aquilo que passou e num lápis para tentar rescrever de novo aquilo que nos foi tirado.
Fazes questão de me impor as tuas regras, de me prender aqui entre estas quatro paredes, onde não vejo a luz do dia, não sinto o calor do sol, o frio nem a chuva a entrar-me na pele.
É uma ausência de vida, é como se não passasse de um mero fantasma que anda por aí entre estas quatro paredes, ninguém te vê, ninguém te presta atenção, apenas te ouvem os gritos, pela liberdade, pela falta de atenção e sentem as tuas inúmeras lágrimas no chão.
A depressão, já tão esperada e sempre tão frequente chega, as pontadas no coração são fortes que até nos fazem parar. A alegria nesta terra de loucos é rara, é quase uma ilusão. Sentes-te cada vez mais sozinho, já não controlas nada á tua volta, tudo te escapa, tudo sai fora do alcance e a esperança de algo melhor te foge entre os dedos como areia fina. Poderá haver algo mais do que isto, eu anseio pela verdadeira libertação agora ou daqui a 100 anos, nas tuas mãos me prendo com medo e ao mesmo tempo com anseio de sair cá para fora e desfrutar do que há de mais belo ou do que há de mais horrendo, por aqui existe de tudo e eu quero estar presente o mais rapidamente possível independentemente do que me espera, pois a vida é mesmo assim. Por mais que me custe, é esta a realidade que se vive.

C.C

terça-feira, 20 de julho de 2010

Virgem vs Escorpião


   Sei que nunca fomos perfeitos nas nossas tentativas de relacionamento, nunca fomos sinceros um para o outro, a sinceridade sempre foi demais para ti. Nunca houve uma altura em que tivéssemos alguma estabilidade honesta, é sempre aparente, nunca é verdadeira...
Somos seres demasiado distintos e demasiado iguais por vezes, posso até afirmar que somos como autênticos rivais, estamos sempre em lados opostos em quase tudo, o que nos leva a maior parte das vezes ao confronto. Quase que parecemos autênticos animais que disputam o seu território como se disputassem pela própria vida. Infelizmente, e por razões que desconheço as nossas personalidades são demasiado complicadas e parecidas e daí a nossa instablidade constante.
   Gostaria que soubesses que, apesar de sermos pessoas muit0 parecidas em muita coisa, o nosso feitio complicado, quero que saibas que.. muitas das vezes desejava não ser tão parecida contigo, e desejava também que te parecesses talvez um pouco mais comigo, talvez a nossa instablididade deixaria de ser tão contante e quem sabe passasse a ser verdadeira e não uma ilusão constante, aquela em que vivemos todos os dias.
Desejaria também que fosses mais sincero e mais aberto, gostaria que te abrisses comigo ou com alguém, quem sabe até te ajudaria.. fechas-te no quarto sozinho, isolaste do mundo, e pensas que estás sozinho no mundo, e que a pessoa que realmente se importa contigo não está presente tantas vezes quanto a tua suposta rival, mas gostaria que te lembrasses pelo menos uma vez por dia que aquela pessoa que encaras como tua rival, e do qual sentes um carinho que mal se percepciona poderá também sentir algo por ti, e que se calhar é mais verdadeiro do que aquilo que tu imaginas ser, embora claro haja revolta e raiva. Sei que os relacionamentos por vezes mudam com o tempo, sem dúvida que este já não é o mesmo que há uns aninhos atrás.. tenho a certeza que se as coisas com o tempo, pelo menos espero que um dia se resolvão; finalmente entenderás a razão pelo qual somos assim, tão iguais e tão distintos ao mesmo tempo que nos levam . Acabou-se a ingenuidade , acabou-se a hipocrisia, a mim tu não me levas mais nada, nunca me voltarás a tentar tirar a minha dignidade. Pois agora que cresci.. já não sou "a tua menina", agora posso dizer com olhar de certeza e sem reeceio que sou agora senhora de mim mesma.
Sei que não te orgulhas de nada nem um segundo apenas de tantos anos teus de existência, mas sabes que eu também não me esqueço do passado e muito menos me orgulho dele.
Dá até a pena, foi muito desse tempo, aquilo que considero um desperdicio.

Não é falsidade nem interesse, é amor próprio e luta pela tua atenção que é dificil de conseguir de ti pelos bons motivos.

C.C

reflexão.


Antes de mais.. eu também gosto de falar de mim. Sim, eu aprendi que valorizarmo-nos mais também é importante, é essencial para uma saúde mental no minimo estável.
Podes pensar ou até julgar tudo o que quiseres. Eu? Sou aquilo que a tua mente perversa e retrógrada imaginar, serei aquilo que quiseres que eu seja para ti, pois aquilo a única coisa que receberás de mim é desprezo.
É assim que funcionamos, nós julgamo-nos com base num primeiro olhar, numa primeira impressão. Mal conhecem, e já criticam e tentam rebaixar; colocam-nos etiquetas invisiveis que nos colocam numa certa categoria social e nos julgam como tal.
Posso dizer que sou um pouco daquilo que imaginas e pressupões que assim o seja, e o resto são fantasias da tua mente, coisas que não me importam minimamente.
Eu cresci e me tornei naquilo que sou hoje, sinto orgulho e tenho a minha dignidade. Não me interessa sinceramente o que achas de mim, eu sou assim, eu estou aqui por mim e não para te agradar. Acabou-se a ingenuidade, acabaram-se as revoltas silenciosas. Hoje escrevo, faço aquilo que mais gosto, independentemente do teu gosto ou opinião. Amo o meu namorado, é a pessoa mais importante para mim, sem ele eu não sou nada, não passo de um vazio que deambula por aqui, como se fosse noite e não visse nada pela frente. Aprendi a respeitar-me, aprendi a ser assim, o tempo curou todos os males, hoje sei ter orgulho em mim e no que me rodeia, o resto são tudo gente que tenta alcançar algo e não consegue, então a sua segurança é rebaixar os outros, fá-los sentir-se tão fortes e tão mediocres ao mesmo tempo. Amo aquilo que faço, o meu sonho é a minha auto-concretização e o resto é segredo ;).
Não preciso que gostem de mim, nem tão pouco da hipocrisia, que disso vemos tanto por aí.
Eu aprendi finalmente a estabelecer-me sozinha, criei raízes, hoje vivo, sonho e caminho sozinha sob uma longa estrada que tenho de percorrer e o seu fim é um mistério, aquele que muitos tentam saber, mas enfim é aquilo que torna a vida aquilo que é; um mistério constante. A ingenuidade acabou, agora apenas a realidade importa, viver na ilusão é estar enganado a vida toda e chorar no final quando realmente nos apercebemos de que nada de real aconteceu, foi tudo um teatro em que tu foste manipulado como um boneco. A minha personalidade distingue-se da tua pelas minhas qualidades e pela tua classificação.
O mundo dá imensas voltas, não sei como serei dentro de 40 anos... não sei o que serei amanhã, mas acredita que de mim não levarás nada que eu não queira. ;)

Lê isto e reflecte.. secalhar a tua vida não passa de um mero teatro e do qual tu és o boneco manipulado e enganado em várias cenas e ainda não tiveste tempo para te aperceber disso, talvez por estares demasiado focado em algo que se calhar nem possui qualquer valor.

C.C

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Descanso merecido !


Heyy!! 

Finalmente, primeiro dia de descanso, as férias tão desejadas e merecidas chegaram.
Agora é tempo para descansar, namorar, sair, fazer muita praia, fazer compras, fazer aquilo que mais gosto. Finalmente posso dedicar algum tempo a mim, esquecer as coisas chatas por agora, as coisas que nos atormentam no nosso dia-dia e que muitas das vezes nos tiram do sério e só nos dão vontade de fugir para longe. (:
Quem sabe até, arranjar mais inspiração para escrever, para desenhar e para a fotografia, a minha segunda paixão. O viajar fica então para mais logo ;) alteração de planos por circunstâncias pessoais, com muita pena minha.
Londres, Paris, Nova Iorque, Las Vegas, Tóquio, Tunísia, Roma.. todos esses sítios magníficos que sonho visitar.. quem sabe um dia ;) já faltou mais para a concretização dessas viagens... 

Paris..a cidade do amor, quero lá voltar sem dúvida e quero lá voltar contigo desta vez claro. Amo Paris com tudo (L) mas o que eu amo realmente é a ti.

C.C

18/07/2010 part.2




Mais uma vez me surpreendes, pela positiva é claro (:
Com as melhores surpresas, com o carinho que me dás, só preciso disto para me considerar uma sortuda.

Obrigada por tudo. Sabes que amo rosas vermelhas ;)

(L)

Quero-te agora e sempre.



.

Diary | 18/06/2010 ♥




Foram assinalados nesta data, 2 anos oficiais de amor verdadeiro e sincero.

Amor este que perdura; que é verdadeiro e que não existe igual. Não há mentira, não há traição apenas carinho, ternura e verdade.
Que venham mais anos como estes que passaram, que deixam saudade... que nos fazem recordar com sorrisos e talvez com algumas lágrimas, a vida nem sempre é perfeita.
Quero ser para ti exactamente tudo aquilo que representas para mim, quero dar-te um rumo, quero ser a razão porque continuas em frente e não olhas para trás com tristeza. Quero amar-te para todo o sempre, quero permanecer aí dentro, onde sou protegida e me sinto intacta como tu me fazes sentir a cada dia, que me faças esquecer o resto do mundo e que me mantenha aqui por ti e para ti. Um simples amo-te não bastará nunca, amanhã amar-te-ei mais do que hoje.

Posso dizer-te a plenos pulmões que me fazes crescer todos os dias, enquanto menina crescida que tem agora a noção do mundo na sua totalidade... na menina que cresceu permanecerás sempre como a melhor recordação da sua vida, e que nunca serás esquecido por nada deste mundo. Já tenho demasiadas marcas, marcas estas de bons momentos e maus momentos que não desaparecem com o passar de tempo, mas que permanecem comigo hoje e sempre.
Nunca foi algo a que desse pouca importância, esta coisa a que chamamos de amor, mas é algo que sem dúvida está presente a cada dia que passa comigo, para com a pessoa que amo, para com as pessoas que estimo, hoje está sem dúvida na minha lista de prioridades valorizar estas coisas que apenas sentimos e estimamos.

Agora, acredito no destino, acredito que nasci para ti...e vivo para ti. (L)

São as mais singelas palavras de uma menina já crescida, ou melhor, como me chamas uma moça mulher, que desperta agora a cada dia para a realidade que os "adultos" já enfrentam e que nós enfrentamos agora desde jovens a entrada da idade adulta, por possuirmos já a capacidades para entender estas coisas.
Já não quero saber de bonecas, nem tão pouco de contos de fadas, coisas sem qualquer valor ou utilidade, importa agora saber se ficas comigo para todo o sempre, isso sim é o que realmente importa agora para mim, verdadeiramente. É o que me faz viver, este vicio, esta necessidade de ti.

Obrigada por me fazeres sentir assim, obrigada por nasceres, obrigada por seres assim,
Perfeito aos meus olhos. Obrigada por cuidares de mim, estarei sempre aqui para ti, esta menina que chora e que tu vens para tomar conta. sempre foi assim, sempre serei assim para ti.
Que seria de mim sem ti, um vazio.


.You make me fall in love for you everyday.

."Amar bem é amar loucamente." (André Suarès)


C.C

Olá. 18/07/2010



Olá. Muito Prazer ;)

Este blog foi já pensado há algum tempo e finalmente se concretizou com a ajuda e o empenho de uma pessoa muito especial que fez com que finalmente tomasse este passo, o de partilhar as minhas coisas aqui.

Por isso espero que gostem ;) prometo postar sempre que possível. 

Entretanto podem visitar-me também aqui: http://sweetmimi.deviantart.com

Muito obrigada pela vossa visita e comentários. (: 



C.C