expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

.


Já te imaginaste longe de tudo e de todos, longe dos problemas e daqueles dias maus e sucessivos?
Já pensaste ser impossível chorar uma noite inteira, sem parar?
Já pensaste em desisir? em deixar de dar luta?
Já pensaste em fugir?
Já pensaste em atirar tudo pela janela fora?
Já pensaste em gritar para que todo o mundo te oiça, que sofres e que choras, e que ninguém quer saber?

Tanta coisa nos passa pela cabeça, a todo o instante, as ideias são tantas, os anseios são tantos, o desespero, o sofrimento; tudo nos passa pela cabeça a uma velocidade impressionante. Continuo sem ver possibilidades menos loucas e radicais, não vejo outra solução a não ser, a companhia de mim mesma, manter-me no centro deste tornado, de olhos tapados. Sem ver, sem ouvir aquilo que está a volta e que só nos atormenta e faz ter ideias destas para solucionar vidas assim.

C.C

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C