expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

quero um mundo a cores.

Os dias são tão cinzentos, são tão iguais,
A monotonia é tão constante,
A rotina, quero matá-la.. quero matar o tempo a aparente ausência dele.
As horas passam, as semanas passam e pergunto-me o que fiz de diferente? o que mudou?
Tudo me aborrece, tudo me entristece, tudo me leva a pensar que já não tenho ambições.
Tento lembrar-me da última vez que me senti diferente.
Já nada me tira de dias assim, acredito que só mesmo um milagre.
São tantos os dias assim, seguidos de tantos
outros iguais estes ou até piores.

Gostaria de voltar a ver o mundo a cores!! Em que a felicidade entra em cena, e desempenha o papel mais importante na vida de alguém, na minha e nos que me rodeiam, pois quem é realmente feliz emana também felicidade aos outros.
Quero um mundo ás cores, quero sorrisos, abraços, amor, felicidade, quero um rumo, quero motivos, quero realizações.

Quero que o aborrecimento fique fora de casa, dentro destas quatro paredes exijo apenas e só o sol que me entra pela janela, é quente, é brilhante, é tão belo e reconfortante. Ao contrário do cenário cinzento, desde o momento em que abro os olhos demanhã e coloco os pés no chão ao fim de mais um dia, igual a todos os outros.

C.C

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C