expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Frágil




A sensação de ilusão é tramada. Pensas que está tudo bem; estás feliz e a outra pessoa também dá sinais que está a sentir o mesmo. Ambos se sentem as pessoas mais felizes e juntas sentem-se perfeitas; pelo menos tu sentes mesmo isso e a outra pessoa assim o dá a entender. Transparece felicidade, alegria, tranquilidade. Os dois amam-se, estão juntos à anos e nada consegue acabar isso. 
Por vezes, as discussões acabam numa troca de carinhos, arrisco-me a dizer que a Paixão toma conta de ambos, os dois corpos não se controlam e só querem é estar juntos. Os olhos de ambos querem perder-se um no outro.

Estão os dois em pura sintonia, os dias, as semanas passam, seguem a vida juntos, planeiam tudo juntos, sempre a pensar e a cuidar um do outro. Não há nada a estragar a vossa vida, o vosso momento..
Depois há algo que acontece, que vos abre os olhos e coloca tudo em causa.

Essa sensação de tranquilidade, de calma, de alegria, cumplicidade desaparece por completo. Essa sensação funcionava como uma espécie de parede porque vos cobria, protegia. Separava-vos, das coisas más, mantinha-as bem  longe. De repente cai, desmorona em cima de ti.

O mundo de repente caiu-te todo em cima. Começas a colocar tudo em causa e tornas-te uma pessoa frágil, cada vez mais frágil. Estas coisas abalam-nos, fazem-nos questionar o que se andava a passar, como será o futuro. 


Frágil, cada vez mais... Por ti sou frágil, por ti me questiono, por ti aguento, por ti me aguento, porque acima de tudo, és-me tudo.   

C.C




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C