expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Somos o que comemos | Considerações I


Hello!


À uns dias, saiu esta reportagem fantástica na SIC. Fantástica pelo simples facto que, em apenas 42 minutos retrata por completo o problema que vivemos actualmente, em pleno séc. XXI e que atinge todas as faixas etárias: a péssima alimentação dos portugueses. Confesso que ao ver esta reportagem, só me vinha à cabeça uma sensação estranha, uma espécie de sentimento de culpa e de completo descuido, não vos sei explicar muito bem. Penso que isso se deve ao facto de eu própria, não poder dizer que não sabia disto.  Praticamente nenhum de nós, excluindo as crianças, poderá dizer que não sabia de nada disto, quero dizer, já se fala nisto à muito tempo, simplesmente estamos a chegar a um ponto em que se não se fizer nada isto torna-se uma autêntica catástrofe! Uma epidemia do séc. XXI e que se nos pusermos a pau continuará até às próximas gerações.

Há mais mortes por má alimentação do que por drogas e tabaco! 

Já são várias as vezes em que se fala nisto e por isso considero que estes número se devam por um lado também pela falta de acompanhamento... Sim porque não basta apenas uma palestra ou uma reportagem para mudar por completo esta tendência (infelizmente).  A partir do momento em que uma pessoa não sabe o que está a comer, mesmo após ler o rótulo três vezes, isso significa o quê? Isto é gravíssimo, a quantidade de porcaria que vem nas embalagens sobre dezenas de nomes diferentes.
Eu própria não sei o que estou a comer, eu não sei o que significam aqueles nomes nos rótulos das embalagens....

Quero dizer, eu sei que as desculpas são muitas para esta situação chegar onde chegou, como é o caso  da rotina das famílias portuguesas, a falta de tempo devido à vida agitada que todos sabemos, etc..

A juntar a tudo isto, a publicidade que nos entra pela casa a dentro e nos entope os ouvidos e os olhos. por estes alimentos serem processados são fáceis de consumir, são vendidos em todo o lado, por toda a parte a preços e marcas variadas, e claro, o facto de serem saborosos dão-nos aquela sensação de prazer e saciedade que todos conhecemos... Enfim, estas não podem ser as desculpas utilizadas para sempre, não podemos continuar a justificar isto e não mudar nada.

Já à algum tempo que tenho tido a preocupação de excluir alguns destes alimentos da minha alimentação, como por exemplo: as bolachas de chocolate, as batatas fritas e as gomas (estas três primeiras coisas não comia muitas vezes por mês), o pior para mim era sem dúvida os cereais de chocolate, que era uma coisa que tinha sempre em casa para comer ao pequeno almoço, só que a idade foi chegando e as preocupações com o meu corpo começaram a ser maiores, nós chegamos a uma idade que muitas das vezes não nos podemos dar ao luxo de comer e não engordar e era o que me estava a acontecer e ainda hoje sinto-me um pouco descontente com isso. Além dos cereais de chocolate outra coisa que consumia bastante eram os refrigerantes e sumos de pacote. 

Ter podido ver esta reportagem só me ajudou mais a convencer-me de tomar uma atitude, que aliada à minha vontade de perder uns quilos a mais e começar a investir um pouco do meu tempo a fazer algum exercício físico em casa para melhorar a minha saúde, tomei a decisão de excluir: os sumos, os refrigerantes, os iogurtes, as bolachas e os cereais de pequeno almoço que tenham estes ingredientes (mencionados na reportagem), ou seja pretendo arranjar alternativas saudáveis aos mesmos:

- Glícidos,
- Dextrose,
- Maltose,
- Maltodextrina,
- Frutose,
- Xarope de Milho,
- Sacarose.
- Óleo de Palma,
- Óleo Vegetal,
- Creme vegetal,
etc....

Vocês agora devem estar a perguntar, então e as gomas e os chocolates? Não vais abolir isso da tua alimentação? Pois é, eu não me comprometi a isso por uma razão muito simples: eu facilmente estou muito tempo sem comer nada dessas coisas porque simplesmente não compro, facilmente vou com os meus pais às compras e cedo à tentação de trazer alguma dessas coisas para casa, ao contrário dos cereais de pequeno-almoço, refrigerantes e as bolachas porque são alimentos que alimentam, não são gulosices, são alimentos que eu consumo ao pequeno-almoço, ao lanche, etc. :)

Tenho consciência que não deverá ser uma tarefa fácil,visto que 90% do que se vende por aí é tudo à base destas porcarias processadas. Mas eu prometo que me vou esforçar e como me comprometi com vocês, eu irei dar algum feedback aqui no blogue. A ideia de falar nisto aqui com vocês foi de modo a que nos possamos todos ajudar mutuamente, sem críticas, sem vergonhas de falar sobre nada.
A minha querida Tim, do blogue Devaneios da Tim também decidiu embarcar nesta aventura.

Visitem-na e dêem-lhe o vosso feedback. :)


Conto convosco ! Não se esqueçam, nunca é tarde para mudar!

Beijinhos **

C.C

3 comentários:

  1. Força miúda :D Comer bem e saudável é o que se quer.

    ResponderExcluir
  2. Olá, vim parar ao teu blog porque também vi a reportagem e como também abordei este tema no meu blog fiquei com curiosidade.

    E olha não custa assim tanto, é só um pouco de força de vontade no primeiro mês depois vais ver que até te sentes melhor por deixares as coisas que te fazem mal para trás, falo por experiência própria.

    Se quiseres dá uma olhada no meu blog que vou ter algumas receitas (ainda esta semana vou postar a primeira) que te podem interessar.

    Espero que consigas cumprir os teus objectivos, beijinhos :)

    www.mmblush.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  3. Conheci agora o teu blog e gostei muito do post!! Força :D

    Tenho um giveaway a decorrer no blog, se quiseres espreita :D
    http://iminthemoodforblog.blogspot.pt

    ResponderExcluir

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C