expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Saga capilar |||| | Dermatite Seborreica


Hello !

Tudo bem por esses lados? Espero que sim.

Convém lerem os posts anteriores para perceberem este..

No post de hoje espero poder finalmente encerrar esta rubrica sobre a minha saga capilar que este post é já o quarto. Quem segue aqui o blogue com regularidade sabe que tenho andado num dilema há um montão de meses (para não dizer anos) a sofrer de um mal sem saber o que era nem como tratar e como tem vindo a piorar no último ano e entretanto comecei a trabalhar, decidi meter mãos à obra e fui pesquisando e tentando arranjar soluções. Comprei uns quantos champôs diferentes e informei-me com farmacêuticos e falei com algumas pessoas que depois me ajudaram imenso a entender o que raio tinha. Após uns quantos euros gastos inutilmente porque o problema não desaparecia de maneira nenhuma, acabei por encontrar uma pessoa com o mesmo problema e com ela cheguei então à conclusão que tenho dermatite seborreica, porque a pessoa foi a um dermatologista que lhe esclareceu todas as dúvidas que eram também as minhas e os sintomas são exactamente os mesmos e o tratamento que lhe foi recomendado foi o mesmo que a farmacêutica me recomendou quanto lá fui. Fiquei a saber que a dermatite seborreica não tem cura e é uma doença que já nasce com a pessoa mas que não é contagiosa.

O que se pode usar para atenuar o problema e fazê-lo vá, não piorar é irem de vez em quando usando o champô Nizoral ou o Tedol e vão alternando com um champo normal. Ou seja, esta coisa da caspa e das crostas nada tem a ver com os champôs de supermercado como pensava e como me tinham dito no cabeleireiro. É mesmo um problema que já nasce com a pessoa e tem períodos de melhora e piora tendo como período de agravamento o Inverno ou em situações de fatiga ou stress e que se manifesta na pele e couro cabeludo. Ficou então desvendado o mistério e agora é seguir com a vida para a frente. É um problema chato mas não é nada de outro mundo.

Um dia irei a um especialista se sentir necessidade, visto que uma consulta é caríssima e eu já sei o que tenho e o que produtos tenho de usar..

Alguém que sofra do mesmo e queira partilhar a sua experiência ou sugestões, esteja à vontade.

C.C


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C