expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Esperando...




Odeio esperar.


Quem me conhece sabe muito bem que odeio esperar demasiado seja pelo que for (passo por isto à demasiado tempo) que ultrapasse o "normal" ou o aceitável. Começo a ficar impaciente e até a bater mal quando a espera começa a ser de meses/anos e a coisa não se dá. 

É desesperante estar dependente de um e-mail, de uma chamada telefónica de confirmação que vai permitir que a tua vida leve a volta que precisa e te encaminhe no rumo certo para que comeces a tratar das tuas coisas e levar uma vida normal. É desesperante quando tens alguma expectativa e na volta, fica tudo na mesma.

Este pequeno texto podia bem resumir a minha vida no último ano.


Façam o que fizerem - NÃO criem expectativas porque se a coisa correr mal ao menos não se desiludem. 



C.C




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C