expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

When you grow up, your heart dies...




A começar pelo facto de que tens de tomar as tuas próprias decisões sozinho e se der merda és tu que te fodes. Passas a pagar as tuas despesas e a assumir as merdas que fizeres. Não podes depender mais da carteira/ajuda dos papás para as saídas e para as compras ou para os apertos...Começas a perceber aos poucos (normalmente logo após a faculdade) que a vida não é mesmo nada fácil, e por vezes, chega mesmo a ser madrasta contigo e testa-te os limites da paciência e tens que te saber aguentar, esperar por dias melhores e aprender a rezar (talvez ajude). Ao mesmo tempo, a vida ensina-te a seres optimista e pessimista qb, por vezes leva-te ao limite do desespero e com alguma sorte ficas só com vontade de desaparecer do planeta e nada mais (mas isso depois passa-te).

Aprendes a engolir sapos e com sorte e alguma experiência consegues o mestrado em fazer fretes calado e com um sorriso nos lábios para aqueles que mais odeias no planeta terra incluindo o teu chefe que faz questão de te cagar em cima volta e meia.

Aprendes a lidar com o facto dos teus sonhos estarem a ir pelo cano a baixo, um a um e que isso por vezes é inevitável e o que temos de retirar disso é que temos de ser mais fortes, mais insistentes e lutar mais pelo que queremos e nunca nos deixarmos ir abaixo (parece fácil não parece?)..

Finalmente entendes que não podes simplesmente mandar à merda e virar as costas (isto é válido em todas as situações).

And so on.... Have yourself a happy life !

C.C








2 comentários:

  1. Como te percebo...

    Beijoo,
    www.wordsofsophie.com

    ResponderExcluir
  2. Verdade... Começamos a ver tudo a mudar e os nossos planos começarem a ser diferentes e mesmo assim ter que fazer acontecer, senão não estamos aqui a fazer nada :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C