expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Desapego II


Hello!

Houve um momento na minha vida, em que guardava quase tudo e ainda queria mais e mais. Quando chegava a altura de ter que fazer uma limpeza à tralha que na altura era mais brinquedos do que outra coisa... tinha pena de deitar fora ou simplesmente porque tinha aquela noção do: - ahh isto ainda pode vir a dar jeito, - isto pode vir a fazer falta. - Ahh ainda sou capaz de usar isto. Enfim, motivos que não podem durar para sempre, certo? Tem de haver uma altura em que pensamos: - eu já não uso isto e também não me estou a ver usar nos próximos meses por isso, adeus !

Hoje tenho noção que já não sou (tanto) assim; tornei-me numa pessoa mais desapegada das coisas e dou por mim a deitá-las fora com mais facilidade quando vejo que já não faz sentido mantê-las. São maioritariamente coisas que não uso, que já não gosto, ou simplesmente, coisas que andam aqui pelo quarto só a ocupar o precioso espaço que não é assim tanto. Comecei por fazer uma limpeza aos meus vernizes, alguns já pareciam pré-históricos de tão secos e pastosos. Depois as gavetas de roupa interior, o que já estava a pedir reforma foi bye bye porque remendos ali já não davam mesmo e como recentemente comprei roupa interior nova exactamente para mandar o que estivesse gasto, roto ou encardido. Depois foi a vez de umas papeladas que por aqui andavam e já não faziam falta nenhuma; logo a seguir passei para umas paletinhas de sombras que não são nada pigmentadas, que já têm séculos e que só me estavam a estorvar, uns lipbalms que são super pegajosos nos lábios que vieram numa daquelas caixinhas de maquilhagem que uma prima me ofereceu à uns bons anos, e que por pena foram ficando na gaveta, e por aí adiante...  

Sabe tão bem quando nos livramos de tralha que andava por aqui à séculos! Penso que o mais complicado de mandar embora/dar/deitar fora é roupa/calçado. Porque enfim, roupa é daquelas coisas que dá sempre jeito, pode sempre vir a fazer falta (principalmente nos tempos que correm e nós nunca sabemos o dia de amanhã) mas em relação a "tralhas", penso que não vale a pena sermos tão cuidadosos e conscienciosos porque afinal são objectos que só andam por aqui a estorvar ou a ocupar espaço... 

Quando somos daqueles que adoram compras, ainda mais importante se torna esta tarefa de ver o que temos para perceber o que precisamos para não corrermos o risco de comprar coisas e mais coisas à toa, às tantas tornamo-nos acumuladores compulsivos e nós não queremos isso, certo? xD 

E assim foi a minha pequena/grande limpeza...



E vocês? Também são assim? Costumam fazer umas limpezas destas para se livrarem daquilo que já não usam/querem?


C.C


Um comentário:

  1. faço limpezas gerais todos os anos e cada vez mais penso antes de comprar. Aproveito bem os saldos para repor algumas peças já gastas. Já fui mais apegada às coisas... agora quero menos mais melhor e quero mais espaço no armário

    ResponderExcluir

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C