expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Eu e as folgas, as folgas e eu.


Se há coisa que mais amo e estimo nesta vida são sem dúvida: as minhas folgas/férias. Vou-me somente focar nas folgas por férias por agora ainda nada.. Quando se começa a trabalhar, basicamente as folga passam a ser o nosso Santo Graal - preciosas, sagradas para a nossa existência na terra. Se há dias em que quero é sair de casa estoirar o ordenado, há também aqueles dias em que me fico por casa enrolada numa manta a dormir ou a vegetar em frente ao computador ou então faço o oposto: arranjo merdas para fazer. Hoje fiz uma coisa que raramente me lembro de fazer que é aplicar uma máscara no rosto, já que estava sentada no sofá a ver o Ultimate Shopper no TLC. No resto do dia o que fiz eu sem ser vegetar em frente ao computador maioritariamente a fazer scroll no facebook, blogger e Youtube?? 

Limpar o chão do quarto, sacudir tapetes (a quantidade de pó que se acumula num tapete farfalhudo x.x) deitar umas tretas fora, estive a lavar uma mochila minha azul super antiga da Eastpack que gosto bastante e quero dar-lhe uso, mas que por estar largada a um canto tem ficado imunda; arrumar algumas coisas. E basicamente foi isto. Se fico com a sensação de: ahh isto já está, é definitivo - Não. E isto se calhar migh be a problem.

Resultado de imagem para cleaning gif

Decidi deitar fora, além do lixo normal (do meu caixote do quarto que é basicamente papéis e plásticos), a antiga gaiola que tinha dos meus hamsters e um saco com tralha que tinha aqui pelo quarto. Chegou a altura de seguir em frente, para rumar a coisas novas porque preciso e já está mais que na altura. Eu e o J. estivemos ontem a uma distância minima de trazer um porquinho da india lindo, ainda pequenino e uma gaiola xpto, mas eu recuei... por mil e uma razões. Ele foi um querido, sabe que é uma coisa que eu quero muito e que simplesmente recuo porque infelizmente preciso sempre de pensar duas vezes antes de fazer uma coisa destas. Quem vive ainda com os pais, entende perfeitamente o que estou a dizer. Não sei por quanto tempo vou conseguir resistir. Quem me conhece sabe como sou, amo animais e neste momento não tenhum animal de estimação.

Admito que fazer este tipo de coisas me relaxa, adoro mudar as coisas de sítio, arrumá-las/organizá-las de outra forma. Sinto que dá outro ar ao espaço e ao meu estado de espirito.

Aproveito para vos dizer que estou a sofrer bastante por dentro, pelo único motivo estúpido que é: eu não vou aproveitar a Black Friday na Maquillalia (nem em lado nenhum), que eu queria tanto mas tanto. Digam-me que não serei a única que assim eu sinto-me um bocadinho melhor e menos excluída. Acho melhor controlar-me visto que vem por aí o Natal, eu vou para a semana ao oftalmologista largar umas massas porque preciso de lentes e armação novas (armação esta que já tem mais de 5 anos).

E pronto, é isto ! 

C.C

2 comentários:

  1. Quando estou assim no espírito também arranjo logo o que fazer. Há sempre tralha para arrumar, deitar fora... Eu gosto de tudo arrumadinho e organizado e, na correria do dia a dia, as coisas vão ficando mais desarrumadas no típico "depois arrumo tudo!". Então quando há oportunidade de voltar a pôr tudo nos eixos, tem mesmo que ser!

    ResponderExcluir
  2. Olá :) Enviamos um convite para o teu email.
    Contamos contigo? :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C